Como habilitar a guia importação para preencher informações da DIRF, quando a espécie utilizada for 'Documento Não Fiscal'?

Assista ao vídeo e acompanhe o passo a passo abaixo!

Para isso, basta ter um fornecedor cadastrado com UF do Exterior. Caso possua dúvidas em como realizar as configurações de Parâmetros e Acumuladores, para notas com retenção dos impostos verifique o tópico Soluções Relacionadas.
 
CADASTRO DO FORNECEDOR
1 – Acesse o menu ARQUIVOS, clique em FORNECEDORES e localize ou crie um fornecedor com um dos tipos de inscrição: CNPJ, CEI ou OUTROS;
2 – No campo UF, selecione a opção 'Exterior'. E no campo PAÍS, informe o país conforme necessidade;
3 – Preencha os demais campos e clique no botão [Gravar] para concluir.
 
LANÇAMENTO
1 – Acesse o menu MOVIMENTOS, clique em ENTRADAS, e realize o lançamento da nota, com o fornecedor cadastrado;
2 – Na guia COMPLEMENTAR, subguia GERAL, clique em IMPORTAÇÃO, e realize o preenchimento dos campos;
3 – Preencha demais campos e clique no botão [Gravar] para concluir.
 
Informações complementares: 
 
 O campo NÚMERO DA LICENÇA DE IMPORTAÇÃO, somente estará habilitado, quando no menu CONTROLE, submenu PARÂMETROS, na guia PERSONALIZA, subguia INFORMATIVOS FEDERAIS, subguia OUTROS, estiver selecionado o quadro ‘[x] Gera informativo I-SIMP’, realizado um lançamento com fornecedor do exterior, e o documento for não fiscal.
 Os campos DATA REGISTRO SISCOMEX, DATA DO DESEMBARAÇO DA MERCADORIA, DESPESAS ADUANEIRAS QUE NÃO COMPÕE BASE DE CÁLCULO DO ICMS, e DESPESAS ADUANEIRAS QUE COMPÕEM BASE DE CÁLCULO DO ICMS, somente estarão habilitados quando a empresa for da UF Brasília, e quando no menu CONTROLE, submenu PARÂMETROS, na guia PERSONALIZADO, subguia INFORMATIVOS FEDERAIS, subguia SPED estiver selecionada a opção ‘[x] Gera SPED Fiscal’, e ‘[x] Gera EFD Contribuições’, além do lançamento efetuado com fornecedor do exterior e Documento Não Fiscal.
 Na DIRF, serão gerados nos registros: BRPDE, VRPDE, FIMDIRF.
 

null

Marcar todos como lidos